quarta-feira, dezembro 29, 2004

Extra:

Semisonic - All About Chemistry (2001)



E aproveitando a exposição proporcionada pelo "sucesso" de "Felling Strangely Fine" (1998), o Semisonic lançou em 2001 seu terceiro álbum, "All About Chemistry". Vale lembrar que mesmo lançado em 1998, "Felling..." só vingou entre 1999 e 2000, com as músicas "Secret Smille" e "Closing time" tocando discretamente em algumas rádios e séries de televisão. Portanto, a data entre o lançamento dos discos é aceitável, mesmo sendo um longo intervalo de três anos. Antes de comprovar seu valor monetário, o Semisonic era um investimento de risco à gravadora, mercadologicamente falando. E, como foi visto, o investimento em "All About Chemistry" não foi o que costumamos chamar de investimento seguro, provando mais uma vez que este ‘mercadologicamente falando’ nem sempre acerta. Ou melhor, quase nunca acerta quando temos em mãos músicas pop.

Em "All About Chemistry" o mesmo pop de "Felling Strangely Fine" é ainda a tônica das composições da banda, mas algumas diferenças são notadas logo nas primeiras faixas: há algo de experimental no som do Semisonic que decididamente não fez parte do disco anterior. Não só isso, diferentemente dos outros discos, neste prevalece o piano como base de quase todas as músicas, deixando para trás os violões que seguraram as faixas de "Felling..." O resultado disto, no fim das contas, não muda tanto o som da banda, posto que o cheiro de experimentalismo ao qual me referi acima está mais ligado a combinações vocais ou adição de novos instrumentos/efeitos do que a utilização privilegiada de pianos em relação a violões.

Fato é que, talvez, devido ao experimentalismo no qual a banda se arriscou, o disco não se sustenta. Há raras composições boas, e por isso, ao ouvir "All About Chemistry", percebesse uma banda que se arrasta por entre os pouco mais de cinqüenta minutos de disco. A sensação é de que, na verdade, o experimentalismo não passa de uma tentativa desesperada de inovação do som, mas sem saber ao certo que caminho seguir. É claro, esta busca é válida, mas é inegável que acabou por fazer "All About Chemistry" um disco fraco, no qual mesmo as baladas que faziam uma base firme para "Felling..." não foram capazes de agüentar este novo trabalho do Semisonic.

"Chemistry", a faixa que abre o disco e primeiro - se não me engano, único - single da banda é a que mais se aproxima do trabalho anterior. Retomando a levada pop de "Closing time", a melodia grudenta-chiclete fica ecoando na cabeça dias após uma simples audição desta canção. Seguindo ainda a linha das "melodias-grudenta-chiclete" há "Follow", uma daquelas músicas que caem como uma luva para cenas de comédias românticas, assim como "I wish" e "Surprise". De certa maneira, estas seriam a tentativa de equilíbrio do álbum, pois se o experimentalismo era quem guiava a banda, também era claro que eles deveriam fazer aquilo que os consagrou no trabalho anterior, afinal, era o que não só os fãs estavam esperando, mas a gravadora também.

Cumprindo com o que era esperado da banda, encontramos no restante do álbum tentativas como "She's got my number", "Sunshine and Chocolate" e "Who's stopping you?" que não chegam a lugar nenhum. As melodias, antes de elaboradas, são confusas, causando uma má impressão em relação não apenas a estas canções, mas ao trabalho inteiro. Ou seja, estas tentativas frustradas levam, por sua vez, o álbum inteiro a lugar nenhum, pois a sensação que fica após terminado o disco é a de que cada canção é um recorte, uma peça isolada que, colocadas lado a lado, acabaram por parecer uma colcha de retalhos.

Longe da já não tão grande vendagem que "Felling..." alcançou, "All About Chemistry" foi o último disco inédito da banda, que teve seu contrato rompido com a MCA Records. Em 2003 a banda lançou de maneira independente "One Night at First Avenue", um disco ao vivo onde os melhores momentos da "meteórica" carreira da banda são revistos, indo do Ep "Pleasure" de 1995 a "All about Chemistry" de 2001. Não perdendo tempo, a MCA lançou no mesmo ano "Millennium Collection - 20th Century Masters - The best of Semisonic", uma coletânea que privilegia os dois trabalhos da banda lançados pela gravadora, "Felling Strangely Fine" e "All About Chemistry".